MPT-PB investiga até caso de funcionário obrigado a cheirar toalha urinada pelos colegas

No Dia Nacional de Combate ao Assédio Moral, comemorado ontem (2), o Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB) divulgou que investiga 230 casos de assédio no trabalho e algumas situações são abusivas ao extremo, como relata o procurador do Trabalho Eduardo Varandas (foto).

LEIA MAIS