TJ manda soltar Rodolpho Carlos

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) decidiu na tarde de hoje (11) pela soltura de Rodolpho Carlos (foto), acusado pelo atropelamento e morte do agente de trânsito Diogo Nascimento no dia 21 de janeiro deste ano em blitz da Lei Seca na Capital.

Rodolpho Carlos, que se encontra preso no presídio PB1, em João Pessoa, foi beneficiado pela concessão de habeas corpus impetrado pelo advogado Sheyner Asfora. A ordem foi concedida pela libertação do acusado com aplicação de medidas cautelares.

A prisão de Rodolpho Carlos foi determinada no dia 25 de abril último pelo juiz titular do 1º Tribunal do Júri da Capital, Marcos William, durante audiência de custódia. O juiz também decidiu, na ocasião, que o acusado deveria ser recolhido ao PB-1.

O pedido de habeas corpus foi relatado pelo desembargador Carlos Beltrão, que votou pela manutenção do acusado no cárcere. Mas os demais componentes da Câmara Criminal – Márcio Murilo e Luiz Sílvio Ramalho – divergiram do relator e votaram pela liberação de Rodolpho.

Uma vez liberado, o acusado deverá se manter em sua residência, sem poder frequentar ambientes festivos, sair à noite ou se ausentar da cidade ou do país, em cumprimento às medidas cautelares impostas desde janeiro pelo desembargador Joás Filho.

4 Comente TJ manda soltar Rodolpho Carlos

  1. Infelismente nesse País de Brunzundangas como dizia Lima Barreto tudo termina “bem” para o bem de poucos…

  2. Juvenal Juventino Disse:

    Aqui é a terra onde ricos e poderosos podem matar estuprar e roubar que os juízes vão te proteger como se você, criminoso, fosse um pobre coitado. DA PARA ESTES JUÍZES APROVEITAREM E DAR TAMBÉM LIBERDADE AO MORTO?

  3. Juvenal Juventino Disse:

    Enquanto isto um jovem de 18 anos é chamado de criminoso por ter feito sexo com SUA NAMORADA de 13 anos………ESTE PAIS SÓ TEM HIPÓCRITAS.

  4. Aldo Disse:

    Esse Sheyner Asfora deveria ter vergonha de sair a luz do dia

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *