Reinauguração popular da Transposição leva pelo menos 20 mil pessoas a Monteiro

Lula em Monteiro (Foto: Diogo Oliveira)

Com Lula e Dilma presentes, a reinauguração popular da obra da Transposição em Monteiro reuniu neste domingo (19) uma multidão estimada em 20 mil pessoas, segundo cálculos dos mais ponderados, ou mais de 50 mil, na conta dos participantes mais entusiasmados.

Independente do cálculo, foi uma festa e tanto para milhares de pessoas que desde muito cedo deslocaram-se de outras regiões do interior e de estados vizinhos ao Cariri Paraibano para festejar e ouvir os ex-presidente responsáveis pela execução de cerca de 90% do projeto que trouxe as águas do Rio São Francisco à Paraíba.

Lula, Dilma e comitiva, da qual faziam parte o governador Ricardo Coutinho, 15 senadores e personalidades como o ex-prefeito Fernando Haddad, de São Paulo, chegaram a Monteiro por volta das duas da tarde. Foram levados até o Rio Paraíba, na entrada da cidade, para plantio de árvores e um banho que não houve.

Hora e meia depois, no palanque armado em praça pública, no centro da cidade, Lula explicou que não tomou banho no rio para sua imagem não ser usada pelos adversários como mau exemplo à população, vez que o Governo Federal vem aconselhando a população para o risco de mergulhar nos canais da Transposição.

Dirigindo-se mais uma vez aos adversários, Lula disse que pedissem a Deus para ele não ser candidato, “porque se for, será para ganhar”. Referia-se às eleições de 2018, que considera ainda distante para o lançamento de candidatura.

O ato contou ainda com um show do cantor Chico César e discursos da ex-presidente Dilma, de Ricardo Coutinho, do senador Humberto Costa (PT-PE), do deputado Luiz Couto (PT-PB) e do Padre Djacy Brasileiro, além do prefeito Eden Duarte (PSB), de Sumé, para quem “a certidão de nascimento da Transposição tem o nome do pai (Lula), da mãe (Dilma) e, como testemunha, o povo brasileiro”.

O senador Humberto Costa (PT-PE), falando em nome de todos os senadores presentes, lembrou que a oposição a Lula e Dilma era contra a Transposição e hoje “tem a cara de pau de querer surfar na alegria do povo nordestino”. Disse também que está chegando a hora de recolocar o povo no poder e “não tem Moro que impeça”.

Congestionamento de quilômetros na estrada até Monteiro (Foto: WhatsApp)

Dilma também usou a expressão ‘cara de pau’ para falar de um governo que, segundo ela, quer fazer com o povo acreditar que a Transposição é obra que começou nos últimos seis meses. Explicou que para a água chegar a Monteiro é preciso elevá-la em seis estações de bombeamento a uma altura de 92 andares.

“Quem já viu um prédio de 92 andares ser construído em seis meses?”, perguntou, criticando a seguir a reforma da Previdência proposta pelo atual governo que para garantir aposentadoria integral, advertiu a ex-presidente, exigirá do brasileiro começar a trabalhar aos 9 anos de idade.

Chamado pelos locutores do palanque de “o governador de Lula, o governador de Dilma”, Ricardo Coutinho afirmou, por seu turno, que a Transposição representa um duro golpe no coronelismo nordestino, paraibano em particular, que ele e Lula enfrentaram e ainda enfrentam.

“Essa obra veio para inverter a lógica da política brasileira, do compadrio, que nós também derrotamos aqui dentro da Paraíba”, declarou, fazendo menção a uma “cara safadinha que agora posa de pai da transposição, quando no passado era contra a obra”.

6 Comente Reinauguração popular da Transposição leva pelo menos 20 mil pessoas a Monteiro

  1. Jose Carlos Dias Disse:

    Não se pode negar a importância da inciativa do governo Lula para a realização dessa obra, bem como a continuidade da mesma por Dilma, mas isso não faz deles menos culpados pelos desmandos e pelo nível de corrupção de seus governos. #TemerGovernoTampão #LulaEDilmaNuncaMais

    • Newton Mota Disse:

      Concordo em parte com vc José Carlos. Obra pública só tem um pai e uma mãe, a necessidade do povo. Obra pública não é favor ou dádiva, mas obrigação do gestor. O povo tem a agradecer somente a Deus.Temos que combater esse tipo de sucupiragem nordestina. Sou nordestino, sim. Mas não podemos permitir que o nosso povo, a nossa gente continue agora, sendo massa de manobra de uma “pseuda esquerda”. Esse populismo barato nos envergonha !

  2. Sabrina Disse:

    Só estão esquecendo de quem mais lutou por essa obra Marcondes Gadelha. Como o ser humano tem memória curta

  3. Roziva Disse:

    Esse é meu governador Ricardo. Esse outro é meu eterno Presidente LULA. Avante Paraíba, avante Brasil. LULA 2018.

  4. rfm Disse:

    Isto é uma vergonha!!!!!!!!!!!

  5. Floriano Marques da Silva Disse:

    *** Deveriam ter perguntado ao Lula e Dilma e aos petistas.
    01-E a Refinaria de Abreu e Lima que iniciou em 2005 que Lula prometeu aos pernambucanos e ainda não está pronta e poderá ser a mais cara do mundo.
    *Sendo que essa Refinaria poderia dar emprego para milhares de pernambucanos conterrâneos de Lula e tiraria essas pessoas da vergonhosa e degradante dependência desse programa, clientelista e eleitoreiro Bolsa Família.

    02- Os brasileiros querem emprego e não Bolsas…futebol, carnaval e festas…..A política do Pão & Circo não deu certo em lugar nenhum do mundo. –
    http://www.florianomarques.com.br/site/arquivos/programa_bolsa_familia_e_a_politica_do_pao_e_circo.pdf

    03- Herança trágica do PT: 13 milhões de desempregados. Mais de 100 mil empresas fecharam as portas. Caos na economia do Brasil que levará mais de 20 anos para ser reconstruída. – http://www.florianomarques.com.br/site/arquivos/Programas_sociais_do_PT.pdf

    04- E$cândalos do Mensalão, do Petrolão do PT e breve o recorde mundial em e$cândalos que será o do BNDES.

    05- A realidade é que o PT matou a galinha dos ovos de ouro da economia que são a agricultura, comércio e indústria e; destruiu a economia do Brasil ao não investir na atividade produtiva que geraria emprego e renda; mas, felizmente o povo acordou e mostrou sua indignação nas urnas em 2016 quando o PT sofreu vergonhosa derrota nas urnas em todo o Brasil caindo de 3º para 10º lugar em número de votos e; com certeza, será extinto pelo voto em 2018.

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *