Estado é 14º colocado no ranking nacional de carros blindados

(Foto: Ilustração/Blog Acerto de Contas)

Dados atualizados demonstram a relação entre aumento da violência urbana na esfera nacional e a frota de carros blindados no país, que aumentou 60% nos últimos dois anos. No ranking brasileiro da blindagem, a Paraíba ocupa o 14º lugar entre 25 estados e o Distrito Federal.

Segundo o especialista Glauco Splendore (foto), formado pela Faculdade de Engenharia de São Paulo (Fesp) e com mais de mil carros blindados no currículo, e de acordo com dados, segundo ele, obtidos junto ao Exército Brasileiro, foram blindados mais de 18,5 mil veículos no Brasil em 2016.

São Paulo lidera a estatística, com quase 70% da frota, seguido por Rio de Janeiro (15%), Ceará (7%) e Minas Gerais (2,5%). A Paraíba, conforme relatório de processos de blindagem impulsionados entre 1º de janeiro e 31 de dezembro do ano passado, blindou 51 carros.

Com esse número, a Paraíba ficou ‘melhor’ posicionada no ranking do que estados que passaram por piques de violência em 2016 ou se mantiveram no topo da criminalidade apurada por fontes oficiais. O Estado ficou acima, por exemplo, de Alagoas e Maranhão.

“Em um típico cenário de guerra, marcado pelo aumento da violência urbana, problemas socioeconômicos e pela procura, cada vez mais constante, por serviços voltados à segurança – inclusive pela classe média brasileira – , o ano de 2016 registrou, segundo informações recentes, obtidas junto ao Sistema de Controle de Automóveis Blindados do Exército Brasileiro, 18.865 blindagens em todo o país, uma alta de mais de 60% em dois anos, considerando os últimos dados disponibilizados pela Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin), de 2014”, informa Splendore.

“Os números recentes demonstram a grande preocupação da população com segurança e vão ao encontro às últimas informações publicadas pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, que apontam para um crescimento de 14,22% no número de homicídios em um período de 10 anos (2005 a 2015)”, acrescenta o engenheiro.

Ele critica ainda a falta de políticas públicas que obriga a própria população a investir cada vez mais em segurança particular e a blindagem tem sido uma forma de garantir a proteção à família. “O setor de blindagem deverá crescer, para este ano, cerca de 15 a 20% em consequência deste sentimento de insegurança em ascensão”, estima.

Ele revela também que hoje o Brasil é líder mundial em frota de veículos blindados, com mais de 160 mil carros utilizados por civis, segundo os últimos dados divulgados pela Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin).

Confira os dados oficiais do Exército Brasileiro sobre o número de blindagens em 2016.

  • Com Márcio Santos, da ML&A Comunicação

2 Comente Estado é 14º colocado no ranking nacional de carros blindados

  1. marcelo neto Disse:

    Rubao,moro em campina ,sou de ssnta luzia como seu pai.efrain passou tres anos com ze maranhao seguido de cassio,mais seis anos,nunca quis uma universidade em santa luzia, para agente ficar no que somos.ser o curral.perdeu a prefeitura,mas o zeze e do pmdb de cassio que nunca fez nada pelo vale do sabugi e so faz conversar beijinho e abraco,se ele ganha em 2018.na paraiba so conheco uma obra de cassio e o detran de campina e umaonte que ele fez no centro de campina,que nao resolveu o transito.

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *