UFPB: alunos denunciam demissões e comida estragada no Restaurante Universitário

Superintendência do RU diz não ter ingerência sobre terceirizados e nega comida estragada

ufpb-ru-cartaz-denuncia

Cartaz-denúncia afixado no Restaurante Universitário de João Pessoa (Foto: Facebook)

Após uma paralisação de funcionários terceirizados no Restaurante Universitário da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), semana passada, estudantes denunciaram nas redes sociais “demissão em massa” de empregados do RU. Segundo a denúncia, seis foram demitidos porque reclamaram de salários atrasados e ainda porque teriam se recusado a servir comida estragada aos comensais do Campus I, em João Pessoa.

Antônio Albuquerque, superintendente do RU, admitiu que os salários dos terceirizados deveriam ser pagos até o 5° dia útil de cada mês, mas que só na quarta-feira (16) foram pagos. Apesar de ter feito a revelação sobre os salários, Albuquerque enfatizou que a UFPB não tem nenhuma ingerência sobre os funcionários terceirizados do RU, uma vez que uma empresa particular foi contratada para prestar os serviços de fornecimento de refeição.

ufpb-ru-cartaz-denuncia-2

No RU, outro cartaz-denúncia

“Não temos ligação com os empregados da empresa, apenas posso dizer que, conforme as notas fiscais, a empresa não possui débitos trabalhistas”, afirmou. “Se houve reclamação de funcionários e a empresa decidiu demiti-los, não temos interferência sobre isso”, completou.

Albuquerque também se pronunciou a respeito da denúncia de que haveria comida estragada no RU. “Não recebemos absolutamente nenhuma reclamação nesse sentido. Se houve insatisfação foi de um ou outro estudante, caso isolado”, afirmou. No início desta semana, os funcionários paralisaram as atividades por algumas horas em forma de protesto.

Segundo o superintendente, há cerca de 3 mil estudantes cadastrados nos quatro campi da UFPB (João Pessoa, Areia, Bananeiras e Litoral Norte), onde são servidas – diariamente – aproximadamente 8 mil refeições. Albuquerque finalizou dizendo que a comida do RU é de boa qualidade e convidou a repórter a conferir pessoalmente a refeição que é servida aos alunos da instituição.

  • (Valéria Sinésio)

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *