João Alves eleito presidente do TJ

João Alves, o eleito, deve assumir em fevereiro de 2017 (Foto: TJPB)

João Alves, o eleito, deve assumir em fevereiro de 2017 (Foto: TJPB)

O desembargador João Alves (foto) foi eleito Presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) na manhã desta quarta-feira (16) durante reunião administrativa do colegiado pleno convocada também para escolher os novos vice-presidente e corregedor-geral. O vencedor obteve dez votos, contra oito e um nulo dados ao segundo mais votado, Joás Filho.

Natural de Pernambuco, o novo desembargador-presidente ingressou na magistratura paraibana em 5 de julho de 1985, por concurso público. Ele foi juiz nas comarcas de Pocinhos, Conceição, São João do Cariri, Mamanguape, Campina Grande e João Pessoa. Exerceu ainda a função de juiz-corregedor durante oito anos.

João Alves foi decisivo na mudança do processo de escolha dos cargos de direção máxima do TJPB. Ele foi o relator do projeto de lei apresentado em janeiro de 2015 para permitir que todos os desembargadores pudessem disputar a Presidência, Vice-Presidência e Corregedoria-Geral. A proposta foi aprovada por maioria de votos do Pleno, substituindo por eleição direta um rodízio nos cargos entre os mais antigos membros do Tribunal.

Leandro vice

O desembargador Leandro dos Santos foi eleito vice-presidente. Teve 12 votos de seus pares, contra seis e um nulo dados a João Benedito. Para corregedor-geral, venceu José Aurélio, com dez votos. O segundo colocado, Carlos Beltrão, obteve nove. Os dois – Leandro e José – formarão com João Alves a nova Mesa Diretora do Poder Judiciário, que deve tomar posse no início de fevereiro de 2017.

Leandro dos Santos está no TJPB desde outubro de 2012. No dia 16 daquele mês assumiu o cargo de desembargador, depois de 24 anos como Juiz de Direito. Já o desembargador José Aurélio, novo corregedor-geral, ascendeu ao Pleno quase um mês depois do novo vice-presidente. Ele, que recentemente renunciou à Presidência do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), para disputar o cargo de presidente, projeto de que desistiu após a inscrição, exerceu a magistratura de primeiro grau por 27 anos.

  • (com informações da Gerência de Comunicação do TJPB)

2 Comente João Alves eleito presidente do TJ

  1. rubens figueiredo Disse:

    Pelo menos dessa vez não foi usado o critério apenas de ser o mais velho em idade. Pelo menos para o TJ, pareceu mais democrática.

  2. roberto Disse:

    Em vez de disputas pelo poder,os senhores desembargadores deveriam apresentar uma melhor produtividade.As causas se arrastam ao longo dos anos e os resultados não saem……………..vergonha

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *