Maioria acredita que policial virou caça e bandido, caçador

(Foto: Reprodução/Facebook)

(Foto: Reprodução/Facebook)

“Policiais estão sendo caçados”, afirma o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) diante dos resultados de pesquisa que encomendou ao Datafolha e pretende liberar para toda a imprensa, na íntegra, nesta quinta-feira (3), ressaltando ainda que a maioria da população brasileira considera as polícias eficientes, “apesar de não terem boas condições de trabalho e serem muito violentas”.

Um resumo da pesquisa foi antecipado na madrugada de hoje (2) pelo FBSP, adiantando que “a maior parte dos brasileiros (64%) acredita que os policiais são caçados pelos criminosos () O que justificaria o elevado número de policiais mortos em 2015: 393″. Números como esses integram o 10° Anuário Brasileiro de Segurança Pública, que também terá todo o seu conteúdo divulgado amanhã.

De acordo com o Datafolha, a percepção sobre a inversão de papéis entre policiais e bandidos é ainda maior (72%) entre famílias com renda mensal superior a dez salários mínimos. O instituto do Grupo Folha, de São Paulo, apurou também que 63% dos brasileiros acreditam que as polícias não têm boas condições de trabalho, contudo, 52% afirmam que a Polícia Civil faz um bom trabalho esclarecendo crimes e 50%, que a Polícia Militar garante a segurança da população.

“Ou seja, mesmo com problemas, as polícias brasileiras são reconhecidas como essenciais pela população”, deduz o Fórum, ressaltando, contudo, que a forma como elas atuam não é bem avaliada pela maioria. “De acordo com a pesquisa, 70% da população sente que as polícias cometem excessos de violência no exercício da função. Entre os jovens de 16 a 24 anos de idade, essa sensação é ainda mais nítida, sedo que 75% deles acreditam que os policiais exageram no uso da violência”, destaca.

“Além disso, 53% dos brasileiros (60% dos jovens de 16 a 24 anos de idade) têm medo de ser vítima de violência por parte da Polícia Civil e 59% (67% dos jovens de 16 a 24 anos) temem ser agredidos por policiais militares”, acrescenta, compartilhando ainda o pensamento de Renato Sérgio de Lima, diretor-presidente do FBSP, sobre essa questão:

O fato de mais brasileiros terem medo de ser agredidos pelas polícias do que aqueles que consideram o seu trabalho eficiente é um forte indicativo de que precisamos repensar o modelo de atuação vigente, aproximando os policiais da população. Tanto para que a população se sinta mais segura, quanto para que o policial se sinta mais valorizado e não precise, por exemplo, esconder a farda para voltar do trabalho para casa, com medo de ser assassinado. Os dados mostram que falar deste quadro não é, como muitos defendem, falar mal da polícia, mas sim valorizar o policial e proteger sua vida.

Bandido bom…

O Datafolha chegou a um dado que, em tese, na cabeça de muita gente legitima ações violentas dos policiais. A pesquisa mostrou que 57% dos brasileiros acreditam que “bandido bom é bandido morto” (62% em municípios com menos de 50 mil habitantes).

Renato Sérgio diz que esse tipo de entendimento “certamente influencia o comportamento das polícias que, da mesma forma que morrem em níveis inaceitáveis, com uma quantidade que representa o dobro de mortes em relação aos policiais dos EUA, também matam muito”.

Ele cita que enquanto a taxa de mortes decorrentes de intervenção policial no Brasil é de 1,6 para cada grupo de 100 mil habitantes, em Honduras, país mais violento do mundo, ela é de 1,2 mortes por 100 mil habitantes e, na África do Sul, essa mesma taxa é de 1,1.

  • (Com informações da Letra Certa Estratégia e Tática em Comunicação)

 

3 Comente Maioria acredita que policial virou caça e bandido, caçador

  1. Dimas Bernardo da Silva Disse:

    Nosso governador não acredita em pesquisas que mostra o auto índice de violência, nem paga o risco de vida dos policiais.

  2. R$ 9 milhões: Governo do Estado retira recursos da segurança para pagar o salário dos servidores.

    http://folhavipdecajazeiras.blogspot.com.br/2016/10/r-9-milhoes-governo-do-estado-retira.html

  3. A culpa da população classificar a polícia violenta é da imprensa, que só divulga a parte ruim das policias.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *