Alunos e professores da UFPB em pânico com assaltos na BR

Rio Tinto, Mamanguape e o Campus IV da UFPB (Fotomontagem: UFPB)

Rio Tinto, Mamanguape e o Campus IV da UFPB (Fotomontagem: UFPB)

Estudantes, professores e funcionários da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) que estudam ou trabalham em Mamanguape e Rio Tinto estão em pânico. Principalmente aqueles que não residem em qualquer das duas cidades. Difícil encontrar um que não tema ser atacado a qualquer momento por assaltantes que agem com frequência cada vez maior após as aulas, principalmente à noite e nas estradas que levam as potenciais vítimas de volta para casa em outros municípios.

A maioria das pessoas com vínculo com a UFPB e que sofre com a falta de segurança no Vale do Mamanguape mora em João Pessoa. Desloca-se diariamente até o Campus IV da instituição, onde individualmente ou em grupo tem sido alvo ou presa fácil de bandidos que atuam na região. São cada vez mais comuns as informações sobre ataques a vans e carros particulares que trafegam pela BR 101 Norte, entre a Capital e Rio Tinto e Mamanguape. Professoras estão deixando de ir trabalhar em seus próprios carros e formando grupos para dividir despesas com veículos maiores e segurança particular.

“Semana passada, uma colega que ensina Língua Estrangeira escapou milagrosamente de uma tocaia na BR. Homens armados, escondidos na frente de um caminhão parado no acostamento, saíram de onde estavam e invadiram a pista para tentar parar essa colega no momento em que ela passava no local. Ainda bem que ela percebeu, acelerou, botou pra cima mesmo e eles tiveram que dar passagem e por muita sorte dela não atiraram”, relatou ao blog uma professora da área de Ciências Sociais, manifestando em seguida interesse em contratar um Uber por período letivo para transportá-la nas três noites em que precisa se deslocar da Capital até Mamanguape para dar aula.

“Tenho duas colegas que vão rachar a despesa comigo. Caberia mais uma, mas, sinceramente, estamos pensando seriamente em contratar também um segurança para viajar com a gente. Pagaremos um pouco mais, mas, em compensação, a sensação de segurança será maior com dois homens nos conduzindo”, disse.

Tiros na PB

Nem só de rodovias federais vive a facilidade com que os salteadores de estrada agem no interior da Paraíba, causando pavor e prejuízos a passageiros e motoristas de ônibus de linha, que transportam estudantes, vans e camionetas que hoje fazem o serviço dos antigos “carros de aluguel”. Vejam só esse apelo enviado ontem (28) ao blog pelo radialista William Santos, direto de Sapé:

Rubens, os motoristas e todos aqueles que trafegam na Rodovia PB 041 que liga Sapé a Capim até a BR 101 fazem um apelo à Polícia que intensifiquem rondas no local devido aos inúmeros assaltos nessa rodovia. Ontem (quinta-feira, 27), à noite, mais uma vez bandidos tentaram assaltar um veículo com estudantes. O motorista não parou. Os elementos atiraram e por pouco não aconteceu uma tragédia. A situação é muito seria e precisa de ação urgente!

  • (Atualizada às 12h)

2 Comente Alunos e professores da UFPB em pânico com assaltos na BR

  1. Meu caro amigo e ilustre jornalista Rubens Nobrega. Mais uma matéria de utilidade publica de tua autoria. Terminando meu quarto livro, fui como em anos anteriores a Rio Tinto varias vezes concluindo pesquisa. Numa delas vi com meus próprios olhos bandidos a colocar pedras na estrada para bloquear e depois assaltar. Graças a ação da PRF, neste dia não houve assalto. Na estrada que liga a BR ao municipio de Lucena, outro local de pratica de bloqueio e assalto.A estrada que leva de Campina a Caruaru, proximo a cidade de Alcantil, os assaltos tem dia e hora. Segundas Feiras pela manhã.Mas fui parado por Blitz na avenida Beira Rio num sábado pela manhã. Nunca vi tanto soldado, cabo, sargento, tenente, capitão e coronel, junto numa blitz.Tanta arma, tanta cara de brabo e cara feia. Mas os bandidos andam soltos. Está faltando o que? Comando. Planejamento. Ação. Como não se tem. Os bandidos tem! Um abraço do teu amigo e leitor diario.

  2. Alirio Disse:

    Cadê a policia !!

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *