Assembleia: servidor reivindica PCCR e recebe oferta de R$ 100 no vale alimentação

assembleia-protesto

Protesto de servidores da Assembleia na manhã desta terça-feira

Aos gritos de “Ô, Adriano, cadê você? Eu vim aqui só pra te ver”, funcionários da Assembleia Legislativa fizeram hoje (20) pela manhã uma manifestação de protesto na frente da sede do Poder, na Praça João Pessoa, no Centro da Capital. Eles querem que o presidente Adriano Galdino os receba para negociar melhorias salariais e condições de trabalho, mas até aqui só conseguiram, como contraproposta, um ‘incremento’ de R$ 100 no auxílio-alimentação.

O 'incremento' oferecido aos servidores

O ‘incremento’ oferecido aos servidores

As melhorias pretendidas pelos servidores legislativos estão incluídas num Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) que a Presidência alega não ter condições de implantar de imediato. Os manifestantes desta terça-feira são, em sua maioria, funcionários efetivos que realmente trabalham na Assembleia. Em muitos casos, recebem bem menos do que comissionados ou requisitados de gabinetes parlamentares. Muitos desses afilhados políticos sequer sabe onde fica seu ‘local de trabalho’.

 

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *