João Paulo Medeiros

Complexo Aluízio Campos deve receber bases policiais, em Campina Grande

Complexo Aluízio Campos, em Campina Grande

 
Um protocolo de intenções deve assegurar a implantação de três bases de segurança no Complexo Habitacional Aluízio Campos. O documento foi assinado por prefeitura de Campina Grande e secretaria estadual de Segurança Pública e Defesa Social, nesta quarta-feira (21). É o primeiro acordo entre a prefeitura de Campina e o Governo do Estado em anos.
As bases serão instaladas para auxiliar no trabalho das polícias Civil e Militar e do Corpo de Bombeiros na região. Atualmente, o complexo habitacional tem mais de 20 mil moradores. Além disso, 100 câmeras de monitoramento de segurança devem ser instaladas no complexo, e uma agenda de ações cumprida em várias partes da cidade como forma de conscientização.
Durante a reunião, o prefeito de Campina, Bruno Cunha Lima (PSD) também apresentou outras demandas de esforço de segurança para áreas habitacionais: Portal Sudoeste, Portal Campina e Acácio Figueiredo, localizados na região sul da cidade.
O secretário de Defesa Social do Estado, Jean Nunes, informou que deve implantar 350 câmeras de monitoramento – além das 100 que serão instaladas no Aluízio Campos. Novas reuniões de trabalho devem acontecer em breve, garantindo um diálogo entre o Estado e o Município.
Com colaboração de Bruna Couto*

Veja também  “Vou sair da decisão pela porta da frente”, diz Romero sobre 2022