Pleno Poder

João Paulo Medeiros

Justiça começa a interrogar ex-secretários e servidores da PMCG investigados na Operação Famintos

Audiências de instrução estão acontecendo na Justiça Federal. Testemunhas já tinham sido ouvidas em fevereiro

Foto: Arquivo Jornal da Paraíba

Começaram na manhã de hoje os interrogatórios de ex-secretários e servidores da prefeitura de Campina Grande investigados na Operação Famintos, que apura fraudes e desvio na merenda escolar na gestão passada. As audiências estão acontecendo em um formato híbrido, na 4ª Vara da Justiça Federal.
Entre os que serão ouvidos hoje está o ex-secretário de Administração da prefeitura campinense, Paulo Roberto Diniz.
Além dele, também foram denunciados no processo os ex-secretários de Educação Rodolfo Gaudêncio, Iolanda Barbosa e Verônica Bezerra.

A denúncia foi apresentada em outubro do ano passado. No total, 22 pessoas entraram na mira do MPF. Uma delas, porém, faleceu recentemente vítima de covid-19.

As testemunhas, de defesa e acusação, já tinham sido ouvidas pela Justiça em fevereiro deste ano.
A Justiça Federal já condenou 16 investigados que faziam parte do núcleo empresarial. Eles recorreram da decisão ao TRF5.

Veja também  “Assumi na turbulência e entrego em um porto seguro”, diz em carta ex-secretário de Saúde