Investigação 10:44

Investigado pelo Gaeco e aclamado pelo povo, prefeito já foi denunciado por furto de água

Foto: redes sociais

O prefeito da cidade de Camalaú, no Cariri do Estado, Alecsandro Bezerra dos Santos (PSDB), conhecido como Sandro Môco, foi recebido com festa e carregado pela população após ser solto na última sexta-feira (14). Ele é investigado pelo Gaeco numa Operação que apura fraudes na locação de veículos para a prefeitura do município.

Mas essa não foi a única vez que ele esteve na ‘mira’ do Ministério Público. Em novembro de 2016, pouco depois de ter sido eleito prefeito, Sandro foi denunciado pelo Ministério Público por furto de água da Cagepa.

O suposto desvio teria acontecido entre os anos de 2013 e 2015 na adutora do Congo, no Cariri – conforme o MP. Na época os técnicos da Companhia estadual identificaram que canos e mangueiras tinham sido instalados na tubulação da adutora e estavam desviando água para uma propriedade rural.

No local haveria até uma espécie de lago, em pleno Cariri do Estado. O sítio teria como responsável, de acordo com o Ministério Público, o hoje prefeito Alecsandro Bezerra dos Santos.

Na época ele não foi localizado pelas equipes da Companhia, mas se apresentou na delegacia posteriormente e negou que fosse o responsável pelos desvios. O processo, na Comarca de Sumé, ainda não foi julgado.

Confira a denúncia na íntegra

Foto: reprodução

 

Investigado por fraudes, preso por manter uma arma em casa e uma sacola com de dinheiro, o gestor terá também que provar na Justiça que não tem nada a ver com o desvio ilegal de água.

Mais Notícias

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *