Política 8:56

Após ‘polêmica dos números’, MPs recomendam que PMCG filtre registros de covid-19

MPs deram 48 horas para que o município faça a filtragem dos casos na cidade

Foto: Ascom

Depois de muita polêmica entre a prefeitura de Campina Grande e o Governo do Estado, o Ministério Público Federal (MPF), do Trabalho (MPT) e Estadual (MPE) recomendaram que o município faça a filtragem dos registros de covid-19 na cidade. Para os MPs, é dever do município “a filtragem na base de dados para excluir as duplicidades”. Na semana passada a gestão municipal apontou casos em duplicidade nos números divulgados pelo Estado, que superariam os 1.000 registros.

Os MPs também recomendaram ao município a continuidade da alimentação diária nos sistemas federais e o cruzamento, também diário, dos dados, para identificação de inconsistências – a fim de excluir as duplicidades dos registros.

Pelo que foi apurado as inconsistências são, provavelmente, geradas pelo fato de existirem testagens de uma mesma pessoa em mais de um local, ou por instabilidade da própria ferramenta.

Em reunião ocorrida em 25 de junho entre os três ramos do Ministério Público e as secretarias estadual e municipal de saúde, o secretário estadual Geraldo Medeiros informou que o estado é mero repassador do banco de dados alimentado pelo município.

 

Mais Notícias

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *