Opinião 10:15

Disputa entre Tovar e Bruno ‘ofusca’ espaço da oposição no debate sobre eleições em Campina

Foto: Ascom

A disputa entre o deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) e o ex-deputado Bruno Cunha Lima (PSD), em torno de quem será o indicado do grupo governista nas eleições deste ano, ainda está indefinida. Mas é certo que a ‘briga’ já tem cumprido um papel fundamental para o agrupamento: o de ocupar os holofotes e tentar ofuscar a presença de candidatos oposicionistas no debate eleitoral.

Nas últimas semanas, isso tem ficado cada vez mais evidente. O acirramento da disputa entre os dois e as movimentações, nos bastidores, têm embalado o noticiário político local, enquanto que pré-candidaturas oposicionistas parecem assistir, quase inertes, ao embate.

Na última sexta-feira Bruno voltou a lembrar que se filiou ao PSD, partido do prefeito Romero Rodrigues, para ser o candidato do grupo. Tovar, por sua vez, manteve conversas com o deputado Manoel Ludgério (PSD) e com a presidente da Câmara, Ivonete Ludgério (PSD), sobre a sucessão municipal. Os dois, recentemente, demonstraram insatisfação com ele, mas Tovar diz estar buscando o diálogo e o entendimento na construção de sua pré-candidatura.

Com a disputa entre situacionistas a oposição tem perdido espaço. A pandemia do coronavírus também é um complicador nesse instante. Iniciativas como o Fórum Pró-Campina, por exemplo, que vinham estabelecendo discussões sobre temas importantes da cidade, foram dificultadas pelas circunstâncias do isolamento impostas pela covid-19.

O agrupamento oposicionista precisa se reinventar. O sucesso eleitoral depende, em muito, da ocupação de espaços nos meses que antecedem o pleito. Isso já tem sido feito por Tovar e Bruno. Na oposição, quem quiser ganhar força na disputa, precisa encontrar meios de se inserir nas discussões e no noticiário da cidade.

Mais Notícias

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *