Campina Grande supera Caruaru e Feira de Santana em número de leitos de UTI e enfermaria para Covid-19

Campina tem 104 leitos de UTI e 237 de enfermaria para atendimento de pacientes com coronavírus

Foto: Ascom

O avanço de casos de Covid-19 em Campina Grande tem preocupado nas últimas semanas, sobretudo devido à falta de adesão das pessoas às medidas de isolamento social na cidade. O risco é de que ocorra um ‘estrangulamento’ dos serviços públicos e privados de saúde, que atendem pacientes com a doença. Hoje a taxa de ocupação de UTI’s está em 73%. Mas a cidade, em comparação com outras de tamanho semelhante, possui o maior aparato em termos de leitos de UTI e enfermaria específicos para o atendimento de pacientes com coronavírus.

Campina Grande possui hoje 104 leitos de UTI e 237 de enfermaria. Do município são 77 leitos de UTI e 145 leitos de enfermaria. Já o Estado possui na cidade em funcionamento 13 leitos de UTI e 22 de enfermaria. Os hospitais particulares complementam os dados, com 14 leitos de UTI e 70 leitos de enfermaria. A cidade tem 409 mil habitantes, mas atende uma população estimada em cerca de 1 milhão de pessoas, somando-se outros 69 municípios referenciados.

Caruaru, uma das mais importantes cidades de Pernambuco, tem uma população estimada em 361 mil pessoas. Lá são 198 leitos de enfermaria e 78 de UTI para atender os casos da Covid-19. O Estado possui 58 leitos de UTI e 39 de enfermaria, nos hospitais Mestre Vitalino e Regional do Agreste. Já o município tem à disposição 73 leitos de enfermaria no Hospital Municipal Manoel Afonso Porto Neto. Na rede privada são 86 leitos de enfermaria e 20 de UTI. O município atende moradores de 32 cidades, mas no caso do Hospital Regional do Agreste esses pacientes são de 87 localidades. Um outro hospital de campanha está sendo construído.

Já a realidade de Feira de Santana, na Bahia, é bem mais difícil. Com uma população estimada de 617 mil habitantes, o município tem apenas 30 leitos públicos de UTI disponíveis, administrados pelo Governo da Bahia. Outros 40 leitos de UTI estão distribuídos em quatro hospitais privados. A cidade atende outras 30 cidades da região. (O blog não teve acesso aos números de leitos de enfermaria de Feira de Santana)

Em meio à pandemia, a prefeitura está construindo um hospital de campanha com 50 leitos de enfermaria e 10 de UTI. Já o Estado está implantando mais 40 novos leitos de UTI no Hospital Geral Clériston 2. Todos serão destinados ao atendimento de pacientes com coronavírus.

Novas vagas

A prefeitura de Campina Grande quer habilitar mais 54 leitos para o atendimento de pacientes com coronavírus. São 19 de UTI e 35 de enfermaria, distribuídos nos hospitais da Clipsi e João XXIII. Já o Governo do Estado deverá inaugurar no início do próximo mês o Hospital das Clínicas, no bairro da Prata. A unidade, que funcionará na antiga casa Doutor Francisco Brasileiro, terá 130 novos leitos para Covid-19. Em Campina Grande já foram confirmados 870 casos da doença.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *