Cidades da Paraíba na divisa com Ceará e Pernambuco não têm barreiras sanitárias

Foto: Portal Diário do Sertão

A Paraíba registrou no dia 18 de março o primeiro caso confirmado de Covid-19. De lá para cá várias medidas foram adotadas para tentar minimizar os riscos de transmissão da doença, que tornou-se, com o passar do tempo, comunitária e presente em 136 municípios. Mas há ações, em algumas cidades, que nunca foram implementadas e que poderiam contribuir para dificultar a chegada do vírus em solo paraibano. Uma delas é a implantação de barreiras sanitárias nas cidades de Cachoeira dos Índios e Umbuzeiro, que fazem divisa com os Estados do Ceará e Pernambuco, com maiores índices de contaminação.

De acordo com o relato dos moradores, divulgado hoje numa reportagem veiculada da TV Paraíba, os veículos entram e saem na Paraíba sem qualquer tipo de fiscalização, através dessas duas cidades.

Em outros pontos da divisa paraibana a Vigilância Sanitária do Estado diz que há barreiras implantadas pelo Estado. São 8, no total, nos municípios de Alhandra, Itabaiana, Monteiro, Cajazeiras, Alcantil, Mamanguape, Pombal e Nova Floresta. Mas elas não são, claro, suficientes. As demais cidades que ficam nessas divisas precisam implementar essas estruturas de fiscalização.

No caso de Umbuzeiro já foram registrados 8 casos confirmados da Covid-19. Em Cachoeira dos Índios ainda não há confirmações, mas os moradores estão preocupados. Eles assistem todos os dias o trânsito de dezenas de carros vindos do Ceará, sem qualquer tipo de inspeção sanitária.

As prefeituras de Cachoeira dos Índios e Umbuzeiro afirmam que estão adotando medidas preventivas contra a doença, como a distribuição de máscaras, o fechamento de feiras livres e a desinfecção de locais públicos. O município de Umbuzeiro recebeu quase R$ 90 mil do Governo Federal para colocar em prática essas ações. Já para Cachoeira dos Índios foram pouco mais de R$ 26 mil, de acordo com planilhas disponibilizadas pela Famup. O apelo é que, mesmo tardiamente, as prefeituras também instalem barreiras nas divisas. A população vai se sentir mais segura e agradecida e os riscos de transmissão da Covid-19 serão diminuídos.

Foto: reprodução

Foto: reprodução

 

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *