João Paulo Medeiros

Moradores fazem panelaço após afastamento de prefeito da Paraíba durante pandemia

Prefeito de Junco do Seridó foi afastado no último dia 30. Presidente da Câmara assumiu interinamente

Foto: reprodução

A cidade de Junco do Seridó, no Sertão do Estado, está em ‘pé de guerra’ quando o assunto é política. Ontem os moradores fizeram um panelaço nas ruas para protestar contra o afastamento do prefeito Kléber Fernandes, retirado do cargo por uma decisão da Câmara de Vereadores em plena pandemia do coronavírus. O gestor, que não tem maioria na ‘Casa’, é alvo de uma CPI que apura o cometimento de um suposto “crime de responsabilidade e infração político-administrativa”.
O afastamento foi decidido durante uma sessão na última quinta-feira (30) com o Plenário da Câmara em pleno funcionamento, mesmo com a cidade tendo registrado uma morte e dois casos confirmados da Covid-19 – e diante das recomendações para que as pessoas evitem aglomeração.
Quem deveria assumir a prefeitura seria o atual vice-prefeito, Rawlisson Meneses. Mas, através de ofício encaminhado ao Legislativo, ele avisou que por estar fora da cidade não assumiria o posto. O presidente da Câmara, então, vereador Evaristo Júnior, foi empossado no cargo.
Nas ruas, independente de quem assumiu o comando da gestão, o risco da cidade mergulhar numa instabilidade administrativa e política já é iminente (em um momento delicado de pandemia). Com panelaço e tudo mais.

Veja também  Mudança do Bolsa Família para Auxílio Brasil excluiu 57 mil famílias do Nordeste, denuncia entidade

Confira os vídeos do panelaço: