Após desabastecimento, 10 empresas e duas cooperativas irão fornecer merenda em Campina Grande

Pelo menos 9 creches registraram falta de merenda. Educação passou a usar Pregão Eletrônico. Confira a lista das empresas

Foto: Arquivo Jornal da Paraíba

O início do ano letivo, em Campina Grande, começou com falta de merenda em algumas creches municipais. Pelo menos 9 unidades tiveram problemas. É que os processos licitatórios para a contratação de novas empresas, que irão fornecer os alimentos, só foram encerrados na última sexta-feira (28) e o estoque que restava do ano anterior não foi suficiente.

Através de Pregão Eletrônico, a Secretaria de Educação do município contratou 10 empresas e duas cooperativas que ficarão responsáveis pela merenda de creches e escolas até o fim deste ano. A distribuição de merenda escolar foi o alvo da ‘Operação Famintos’ ano passado, que identificou fraudes em licitações e empreendimentos de ‘fachada’ realizando esse tipo de serviço.

A distribuição dos alimentos teve início hoje e a expectativa é de que até o fim da semana todas as unidades estejam com estoques normalizados. “O processo licitatório já foi resolvido e tivemos a retomada do fornecimento dos insumos nas unidades onde já havíamos feito todo o trabalho de adaptação de cardápio para não inviabilizar o funcionamento”, explicou o secretário de Educação de Campina Grande, Rodolfo Gaudêncio.

Análise

A demora é ruim para os estudantes. Não há justificativa para o atraso. As licitações deveriam ter sido realizadas com antecedência, para evitar o problema –  até porque todos sabiam que o novo ano letivo chegaria e, com ele, a necessidade imediata de ter todas as unidades abastecidas com alimentos.

Há, porém, bons registros a serem feitos. Com o uso do Pregão Eletrônico a Secretaria deverá economizar na compra dos alimentos. Parte dos novos fornecedores deste ano virá da agricultura familiar, contribuindo para o sustento de pequenos produtores da região. São avanços, mesmo em um cenário de desabastecimento.

Confira a lista dos novos fornecedores: 

Polar Comércio de Alimentos Eireli

Merilúcia da Silva

DLA Comercial de Alimentos

Genicleia da Silva Lima

Distribuidora FF Alimentos

LCMR Comércio Eireli

Nortfrut Eireli

A. Azevedo da Silva Eireli

Sammy Rosenberg de Melo Catão

Marinez Azevedo de Medeiros

Cooperativa dos Produtores Rurais dos municípios de Campina Grande e Boa Vista LTDA

Cooperativa da Agricultura Familiar do Agreste da Borborema

Dissidentes do PSB, prefeitos irão fazer filiação ‘em bloco’ no Cidadania

Com filiações, Cidadania deverá ser a 5ª legenda no ranking de prefeitos no Estado. Gestores irão para novo partido até 4 de abril

Foto: Ascom

No fim do mês de janeiro, 22 prefeitos paraibanos anunciaram a saída em bloco do PSB, após a 7ª fase da Operação Calvário. Agora o grupo deve formalizar, até o dia 4 de abril, a filiação ‘em bloco’ no Cidadania, partido do governador João Azevêdo. A decisão já foi tomada, conforme o presidente da Federação das Associações dos Municípios da Paraíba (Famup) e prefeito de Sobrado, George Coelho –  um dos que deixaram o ninho socialista.

“Até quatro de abril todos iremos estar filiados no Cidadania, porque muitos serão candidatos à reeleição e há também o caso dos vereadores, que acompanham os gestores, e que também terão que estar filiados até esse prazo”, lembrou Coelho.

No caso do presidente da Famup ele não irá às urnas este ano, já que está encerrando o seu segundo mandato à frente do município.

O PSB elegeu 52 prefeitos em 2016 no Estado, superando o PSDB (37) e o PMDB (29). O quarto colocado em número de prefeitos eleitos foi o PSD, com 26 prefeituras. O Democratas e o PTB ficaram empatados, com 17 prefeituras cada um. O Cidadania, com a ida de João, será a 5ª legenda com maior número de gestores municipais no Estado.

Confira a lista dos 22 que deixaram o PSB:

Derivaldo Romão dos Santos
Prefeito de Pedras de Fogo

Evilazio de Araujo Souto
Prefeito de Tenório

Fabio Tyrone Braga de Oliveira
Prefeito de Sousa

Flavio Roberto Malheiros Feliciano
Prefeito de Sapé

Francisco Mendes
Prefeito de São José de Piranhas

George José Porciuncula Pereira Coelho
Prefeito de Sobrado

Gervásio Gomes dos Santos
Prefeito de Bernadino Batista

Guilherme Cunha Madruga Junior
Prefeito de Cuitegi

João Batista Truta
Prefeito de Barra de São Miguel

José Benício Araujo Neto
Prefeito de Pilar

José Fernandes Gorgonho Neto
Prefeito de Rio Tinto

José Nivaldo de Araújo
Prefeito de Umbuzeiro

José Paulo Filho
Prefeito de Santana dos Garrotes

Kleber Fernandes de Medeiros
Prefeito de Junco do Seridó

Lucildo Fernandes de Oliveira
Prefeito de Damião

Lucio Flavio Araujo Costa
Prefeito de Itabaiana

Marcelo Sales Mendonça
Prefeito de Lucena

Maria Eunice do Nascimento Pessoa
Prefeito de Mamanguape

Paulo Dália Teixeira
Prefeito de Juripiranga

Ricardo Pereira
Prefeito de Princesa Isabel

Thiago Marcone Castro da Rocha
Prefeito de Cabaceiras

Valdinele Gomes Costa
Prefeito de Cacimba de Dentro