Hospital de Trauma de Campina Grande será administrado pela Fundação PB Saúde

Unidade é referência para a região de Campina Grande, Cariri e do Sertão. Criação da Fundação PB Saúde ainda será votada na Assembleia

Foto: Ascom

Desde que foi inaugurado, o Hospital de Trauma de Campina Grande sempre foi administrado diretamente pelo Governo do Estado. O modelo de gestão, através de organizações sociais, colocado em prática até o ano passado na Paraíba, nunca chegou ao comando da unidade. Mas agora o hospital deve ser incluído no novo formato que será capitaneado pela Fundação PB Saúde, entidade do Governo lançada pelo governador João Azevêdo. A informação é do secretário de Saúde do Estado, Geraldo Medeiros, em entrevista à Rádio CBN. O secretário foi por anos o diretor geral do Trauma campinense.

O projeto que cria a Fundação PB Saúde está na Assembleia Legislativa e deverá ser votado após o recesso parlamentar. A previsão é de que em abril a nova entidade comece a assumir, paulatinamente, a gestão das unidades hospitalares estaduais. De início serão incluídos hospitais da região de João Pessoa e Mamanguape. Depois, o Trauma de Campina também deverá ser enquadrado no novo modelo.

Hoje o governador João Azevêdo prorrogou até o dia 31 deste mês o processo de intervenção no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires. A unidade era administrada por uma organização social até outubro do ano passado.

Além disso, também foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (09) a instauração de tomadas de contas especiais para apurar possíveis irregularidades em contratos com a Cruz Vermelha e o Instituto ACQUA, organizações sociais que administravam unidades hospitalares paraibanas.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *