Campina terá ‘nova cidade’ com entrega do Aluízio Campos nas próximas 24h

Complexo Aluízio Campos será inaugurado nesta segunda-feira (11), às 10h. Obra atravessou as gestões de três presidentes


A contagem regressiva é grande para as 4,1 mil famílias que serão beneficiadas com casas e apartamentos do Complexo Aluízio Campos. Amanhã, às 10h, a obra mais esperada dos últimos anos no município será entregue e fará nascer uma ‘nova cidade’ dentro de Campina Grande.

‘Nova’ pela dimensão. O Complexo é maior que a maioria das cidades paraibanas e abrigará, em média, 15 mil pessoas. ‘Nova’ também pelo formato. O Aluízio Campos foi construído e projetado com a estrutura de cidade, com escolas, postos de saúde, praças e área para comércio e indústrias.

A obra não tem cor partidária. Foi iniciada em 2015, na gestão da ex-presidente Dilma Roussef (PT). De lá para cá, os serviços atravessaram o mandato interino do presidente Michel Temer (MDB) e, agora, estão para ser entregues pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL). Nesse período a habilidade administrativa do prefeito Romero Rodrigues (PSL) fez com que o projeto não sofresse interrupções, nem interferências políticas.

Foram mais de R$ 330 milhões investidos, em um Complexo que vai diminuir em 31,5% o déficit habitacional de Campina Grande – estimado em 13 mil moradias, pelo IBGE. O Aluízio Campos é um marco para Campina Grande. A cidade será ‘maior’, em todos os aspectos, depois dele.

 

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *