Gervásio diz que governador “está buscando um motivo” para deixar o PSB

Declarações acontecem após ‘desencontro’ entre deputado e João Azevêdo em Brasília

Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

A temperatura no PSB paraibano voltou a esquentar após os desencontros entre o governador João Azevêdo e o deputado federal Gervásio Maia, em Brasília, na semana passada. Nesta terça-feira (29) Gervásio disse que o sentimento dele é de que o governador “está buscando um motivo” para deixar o PSB e ir para outra legenda. Na última quinta-feira (24) João revelou que, até o fim do ano, decide se fica ou sai do partido. 

“João está preparando o terreno, está buscando um motivo para nos abandonar, para nos deixar. Para trocar a camisa laranja por uma camisa de qualquer outra cor. O comportamento dele é parecido com aquele comportamento de muitos que se elegem e depois rompem”, avaliou Gervásio Maia.

O deputado voltou a dizer que por várias vezes procurou o governador João Azevêdo para tratar da destinação de suas Emendas parlamentares e não se negou a recebê-lo em Brasília. “Não faz parte da minha educação. Ele tem recebido todo mundo na Granja, inclusive pessoas que estavam tentando derrotá-lo em 2018. Não tenho entendido todas essas movimentações estranhas que estão acontecendo. João está se afastando de nós, do núcleo central que projetou o nome dele dentro do projeto”, observou.

Desencontros

Após uma semana de peregrinação em Brasília, à procura de recursos e Emendas, o governador João Azevêdo disse que não conseguiu conversar com Gervásio para debater os projetos da Paraíba. Por outro lado, o deputado afirma que não foi procurado com antecedência. No fim de semana o líder do Governo na Assembleia, deputado Ricardo Barbosa (PSB), apresentou documentos que comprovariam a apresentação dos projetos que poderiam ser contemplados com as Emendas, junto ao Gabinete de Gervásio.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *