Após Famintos, Seduc contrata empresa para fazer pesquisa de preços na Educação de CG

Ferramenta vai auxiliar realização de licitações na Secretaria de Educação de Campina Grande

Foto: Ascom/Seduc

Epicentro das investigações da Operação Famintos, que investiga fraudes em licitações e desvio de recursos públicos na merenda escolar, as licitações da Secretaria de Educação de Campina Grande passarão a ter uma nova ferramenta que pode ajudar a identificar, com antecedência, possíveis problemas nos certames. A Secretaria contratou uma empresa especializada em fazer pesquisa de preços, para verificar e comparar os preços praticados na entrega de produtos ao poder público.

O extrato do contrato com a NP Capacitação e Soluções Tecnológicas LTDA está publicado no Semanário Oficial do município e estabelece um valor de R$ 8,7 mil, por 12 meses. “Decorre da necessidade de aprimoramento dos procedimentos, da fase interna da licitação, que é realizada no âmbito da secretaria. É o acesso ao sistema de banco de preços”, explicou Rodolfo Gaudêncio, secretário de Educação do município.

Afastamentos

As investigações da Operação Famintos provocaram o afastamento das funções, na semana passada, do servidor responsável por parte das licitações da ‘Pasta’, Manoel Bruno Caetano Ferreira. Ele permanecerá afastado por 180 dias. Além dele, a Justiça Federal também determinou o afastamento, durante os desdobramentos da Famintos, da ex-diretora administrativa e financeira da Seduc, Socorro Menezes, e da ex-secretária de Educação do município, Iolanda Barbosa.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *