Prefeitura de Campina Grande faz reparcelamento de R$ 46,2 milhões em dívidas com Ipsem

Montante corresponde a débitos acumulados em gestões anteriores, segundo presidente do Ipsem

O volume de recursos é elevado e corresponde, segundo o presidente do Instituto de Previdência do Município (IPSEM), Antônio Hermano, a débitos deixados por gestões anteriores. Essa semana a prefeitura de Campina Grande publicou o reparcelamento de R$ 46,2 milhões correspondentes a valores de contribuição patronal devidos e não repassados ao Regime Próprio de Previdência Social – RPPS. A medida está no Semanário Oficial do município.

“A gente tinha um débito de aproximadamente R$ 45 milhões em 2012 e esse montante deve chegar hoje a cerca de R$ 60 milhões, considerando as atualizações correspondentes. A atual gestão já pagou algo em torno de R$ 20 milhões e com essa medida possibilita a antecipação dessas prestações”, explicou o presidente do Ipsem.

Atualmente a receita da entidade é de R$ 5,8 milhões, mas a folha bruta chega a R$ 8,5 milhões. A previsão, caso o cenário continue o mesmo, é de que o Instituto precise dar início a um processo de segregação de massa.

Aptos para aposentadoria

Atualmente o Instituto de Previdência Municipal de Campina Grande possui 7,1 mil servidores inativos. Esse número pode aumentar a qualquer momento, já que segundo as estimativas do órgão pelo menos 1,2 mil servidores públicos municipais estão aptos a pedir aposentadoria.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *