MP investiga diárias e pagamento de congressos para vereadores do Conde

Gastos da Câmara com diárias em 2018 chegaram a R$ 225,8 mil. Com simpósios e eventos ultrapassaram R$ 52 mil

Gastos excessivos com diárias e pagamento de congressos, simpósios e cursos para vereadores. Esse é o alvo de uma investigação iniciada pelo Ministério Público (MP) para apurar possíveis irregularidades na Câmara de vereadores da cidade do Conde. O MP investiga se, de fato, os vereadores da ‘Casa’ participaram dos simpósios e congressos e como as diárias foram utilizadas pelos parlamentares.

De acordo com o MP, somente no ano passado o Legislativo municipal do Conde gastou R$ 225,8 mil com diárias e R$ 52,3 mil com o pagamento de cursos, simpósios e congressos para os membros da ‘Casa’. Este ano, os gastos já somam R$ 69,7 mil em diárias e R$ 18,1 mil com eventos.

“Considerando, outrossim, que apesar do exarcebado gasto com diárias, há informações de que alguns dos vereadores sequer se fizeram presentes nos eventos contratados pela Casa Legislativa”, discorre a portaria publicada pela promotora Cassiana mendes de Sá.

Presidente alega redução

O atual presidente da Câmara do Conde, vereador Carlos Andre Oliveira (MDB), conhecido como ‘Manga Rosa’, diz que este ano houve redução com esse tipo de gasto. “Eu só posso responder pelos gastos de 2019. Reduzimos as diárias e também esses eventos”, comentou, acrescentando que ainda não foi notificado da instauração do inquérito.

Ainda de acordo com Manga Rosa, em 2019 os vereadores participaram de todos os simpósios e congressos. Em 2018 a presidência do Legislativo do Conde era ocupada pelo vereador Luzimar Nunes (PSDC). O blog ainda não conseguiu contato com ele para falar sobre o assunto.

Comente MP investiga diárias e pagamento de congressos para vereadores do Conde

  1. talis andre Disse:

    as eleicoes ven ai epero que a populaçao vote certo desta vez.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *