Prefeitura e Estado ‘brigam’ por projeto do VLT de Campina Grande

Prefeito Romero Rodrigues anunciou apoio de Bolsonaro a projeto da prefeitura, um dia após João Azevedo se reunir com Ministro

Foto: Francisco França

Uma disputa sem sentido, que em nada contribui para a cidade. O projeto de implantação de um Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) parece ter criado um ambiente de hostilidade, nos bastidores, entre a Prefeitura de Campina Grande e o Governo do Estado. A disputa ganhou nesta terça-feira (09) visibilidade, quando o prefeito Romero Rodrigues (PSD) anunciou ter recebido do presidente Jair Bolsonaro (PSL) o aval para tocar o projeto.

O anúncio, porém, com direito a fotos nas redes sociais, aconteceu um dia depois do governador João Azevedo (PSB) ter se reunido com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, para pedir a liberação da antiga linha férrea para implantar o VLT.

A prefeitura diz que o projeto está sendo pensado há “pelo menos três anos”. Mas o Governo do Estado garante que a assinatura do termo de domínio da faixa por onde passará o VLT já tem, inclusive, data marcada: 17 de julho. No encontro entre Romero e Bolsonaro, o presidente teria dado uma “recomendação expressa” para dar prioridade ao projeto apresentado por Romero.

A ‘disputa’ entre o Governo do Estado e a Prefeitura pelo projeto do VLT não é única. Com o alargamento da Avenida João Suassuna, uma das principais da cidade, aconteceu algo parecido. No caso da Avenida, o Estado venceu a batalha e executou a obra.

Nessa nova batalha, assim como nas anteriores, o que menos importa é quem conquista o prêmio de executar os serviços. Para a população, importa muito mais que o VLT saia do papel e se torne uma realidade para a cidade. O fato é que se Estado e Município sentassem à mesa e somassem as ideias, certamente o projeto ganharia mais força, mais apoios. Em vez de uma briga pela ‘paternidade’, teríamos a certeza do ‘nascimento’ da obra. Afinal de contas, é isso que a população espera.

3 Comente Prefeitura e Estado ‘brigam’ por projeto do VLT de Campina Grande

  1. Luciano Leitte Disse:

    A implantação do VLT será importante pra quem vencer a disputa para ostentar durante as eleições do próximo ano, assim como o governo fez ano passado ao entregar um helicóptero novo a cidade nas vésperas da disputa eleitoral.

  2. Myrtes Isabel Disse:

    A Prefeitura Municipal de Campina Grande possui os recursos necessários? O Prefeito vive dizendo que não há recursos nem para comprar remédios. Não era melhor firmar uma parceria com o governo estadual?
    Depois reclamam que o Estado não faz obras em Campina.
    Prefeito Romero termine o Hospital da Criança que está com as obras paradas…

  3. Sérgio Gaiafi Disse:

    Eu particularmente não sei o porquê de tanta beligerância da Prefeitura de Campina Grande para com o governo do Estado do qual tantos abregoam de maneira esdruxula O município de Campina Grande, quanto o Veneziano estava no poder ,trouxe justamente a proposta e verbas para tal projeto, se não me falhe a memória! Mas, parece-me que se um governante estadual deseja fazer algo por Campina Grande em todos os sentido sócio-político, há sempre uma desculpa de ser uma afronta para a cidade interiorana, é fato! Há décadas que o município perde com esses diálogos enfadonhos e a população que é o grande contribuinte das infantilidades são os grandes perdedores, sendo assim, com VLT ou não, ninguém aguenta mais esse tipo de politicagem, todos são paraibanos!!!

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *