Primeira rodada de saques do FGTS vai injetar R$ 23,2 milhões na PB

Nesta sexta-feira (10) tem início os saques das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para os trabalhadores que nasceram nos meses de janeiro e fevereiro. De acordo com dados da Caixa Econômica Federal, essa primeira rodada de pagamentos vai injetar R$ 23,2 milhões na Paraíba. Um total de 25.492 paraibanos devem sacar o dinheiro nesta etapa.

Ao todo, 163.977 contribuintes paraibanos poderão sacar as contas inativas até o mês de julho, quando se encerra o calendário. Somados, os valores que devem ser pagos no Estado superam os R$ 149 milhões.

No país, serão beneficiados inicialmente 4,8 milhões de pessoas, que poderão sacar quase R$ 7 bilhões, o equivalente a 15,9% do total disponível. Segundo a Caixa Econômica Federal, 1,65 milhão de trabalhadores receberão automaticamente o crédito em suas contas no banco.

Hoje, na segunda-feira (13) e na terça-feira (14) as agência da Caixa vão atender a partir das 8h, para auxiliar no fluxo de atendimento. No sábado (11), algumas agências estarão abertas, funcionando das 9h às 15h.

Quem tem direito

Pode fazer o saque quem teve contratos de trabalho encerrados até 31 de dezembro de 2015. O pagamento das 49,6 milhões de contas inativas seguirá um calendário específico, que leva em conta o mês de aniversário do trabalhador.

Valores até R$ 1,5 mil podem ser sacados no autoatendimento, somente com a senha do Cidadão. Para valores até R$ 3 mil, o saque pode ser feito com o Cartão do Cidadão e senha no autoatendimento, em lotéricas e correspondentes Caixa. Acima de R$ 3 mil, os saques devem ser feitos nas agências do banco.

A Caixa recomenda que os trabalhadores tenham sempre em mãos o documento de identificação e a Carteira de Trabalho, ou outro documento que comprove a rescisão de seu contrato. Para saque acima de R$ 10 mil é obrigatória a apresentação desses documentos.

Caixa deve transferir saldo do FGTS diretamente para correntistas

A Caixa Econômica Federal deve transferir automaticamente para os correntistas do banco os saldos das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo Serviço (FGTS). A medida está sendo estudada pelo governo federal. A expectativa é que o calendário de saques sejam divulgados na terça-feira (14). A definição do período para a retirada dos valores será o mês de aniversário do trabalhador.

As contas do FGTS são administradas pela Caixa, o que vai permitir à instituição a migração dos valores das contas inativas dos fundos diretamente para as contas-correntes dos clientes. O correntista poderá informar ao banco se prefere manter os recursos na conta inativa.

O objetivo da medida é reduzir as filas nas agências durante o período previsto dos saques (entre março e julho). Com a transferência automática para os clientes da Caixa, o governo estima que retirará 10 milhões de trabalhadores das filas. A Caixa estuda abrir algumas agências no fim de semana, mas isso ainda não está definido.

A liberação do saldo das contas inativas tem o objetivo de reaquecer a economia do país. O governo federal trabalha com a expectativa de um injeção de R$ 34 bilhões. O FGTS tem hoje um patrimônio líquido de R$ 130 bilhões.

Saque de FGTS inativo começa em fevereiro; veja como fazer

Os trabalhadores com saldo nas contas inativas do FGTS que fazem aniversário em janeiro já devem começar a sacar os recursos em fevereiro. O cronograma de pagamento será fechado pela Caixa Econômica Federal nas próximas semanas, mas a orientação do governo é que todos os cotistas recebam o dinheiro no prazo máximo de um ano, para que a medida surta efeito na economia.

Dessa forma, quem nasceu em fevereiro receberá em março, e assim sucessivamente. Os meses também poderão ser agrupados para encurtar o prazo, disse um técnico envolvido nas discussões.

A Caixa estuda creditar diretamente os valores para os trabalhadores que têm conta no banco. A ideia é acionar também os correspondentes bancários, como as lotéricas, para ajudar no pagamento, no caso de saldos de menor valor.

LEIA MAIS