Na reta final, a ideia é criar os cenários mais otimistas e manter militância viva

caratxo-campanha

Luciano Cartaxo

Nas últimas horas, no início da semana decisiva antes da votação do primeiro turno das eleições, ouve-se afirmações de todas as cores.

Quando o tom é azul, sorrisos de vitória certa. De empolgação e de definição em poucos dias. O combustível da onda azul estaria em supostas pesquisas internas que mantêm o cenário de favoritismo do candidato à reeleição Luciano Cartaxo (PSD).

Não haveria aproximação intensa da adversária, nem queda brusca do atual prefeito, então, a parada estaria batida e o momento seria de manutenção.

cida-campanha

Cida Ramos

Sem recuo da militância, para evitar qualquer susto e o avanço dos girassóis na consciência de quem espera definir quando estiver a caminho da urna.

Otimismo solar

Do outro lado, o otimismo é solar. Pesquisas internas do grupo girassol revelariam que Cida Ramos (PSB) está a alguns pontos do adversário.

charlinton.jpg

Professor Charliton

Tão perto que nem precisaria mais da subida dos candidatos que correm por fora, Professor Charliton (PT), que tem feito um campanha surpreendente; e Victor Hugo (Psol), que deixou um pouco do radicalismo do Psol de lado.

Os dois, se crescerem mais pontos do que revelam as pesquisas, podem dar uma forcinha à socialista. Aliás, a profecia é de que esse é o único obstáculo que deve ser vencido: garantir uma segunda etapa.

São as verdades dos grupos. De tons azul e laranja. Maneira de estimular a militância, evitar o salto alto ou a rendição. Na reta final, é “sangue no olho, faca nos dentes”.

victo-hugo-cmapanha

Victor Hugo

Ações às vésperas da eleição

O governador Ricardo Coutinho (PSB) aposta tudo. Em João Pessoa, inaugurou ampliação da Avenida Cruz das Armas, liberou nova via no Viaduto do Geisel, convocou beneficiários do “Minha Casa, Minha Vida”, às vésperas da eleição.  No interior, tem ordem de serviço em Guarabira; e Nova Barragem de Camará, em outra parte do Brejo.

Espera convencer seus seguidores transferir um pouco mais de sua popularidade para os candidatos, principalmente aqui na capital.

Cartaxo quer lembrar que não existe apenas um modelo socialista de governar. Vai listar benefícios e dizer que não há motivos para mudar. Também acelerou obras: entregou o Centro de Apoio ao Turista, na orla; apresentou a UPA de Cruz das Armas sem tapumes, para dizer que falta pouco.

LEIA MAIS

Ações para retirar “contra-ataque” de Cartaxo do guia são para intimidar

As últimas representações da equipe jurídica da candidata a prefeita de JP, Cida Ramos (PSB), contra as propagandas do candidato à reeleição, Luciano Cartaxo (PSD), são simplesmente um instrumento de intimidação.

Abordamos esse assunto porque não acredito que o grupo achava, mesmo, que conseguiria um direito de resposta ou retirar as propagandas do ar com justificativa tão ruim.

Nas inserções e vídeos feitos para o guia, narrados pelo candidato a vice Manoel Júnior (PMDB), a equipe de campanha de Cartaxo contra-ataca, afirmando que não praticou nepotismo com a contratação e promoção da irmã.

Por outro lado, diz que teria sido a socialista que usou da prática, mantendo uma irmã trabalhando na Secretaria que ela chefiava.

“Na boa”, as propagandas de Cartaxo para se defender e revidar são muito, muito mais fracas, diria tímidas e medrosas, menos nocivas a imagem da candidata do que as veiculadas pelo coligação  socialista.

LEIA MAIS

Charliton “surfa” na onda de denúncias de nepotismo entre Cida e Cartaxo

charlinton.jpg

O candidato a prefeito de João Pessoa pelo PT, Professor Charliton, resolveu surfar na onda de denúncias de nepotismo nas campanhas de Cida Ramos (PSB) e Luciano Cartaxo (PSD). Puxou o gancho para dizer que são frutas do mesmo “balaio” e diz que vê semelhanças entre eles.

O prefeito fala que é transparente, mas possui uma lista enorme de parentes empregados na gestão. No caso da candidata do PSB, descobriu-se que ela empregou a própria irmã durante o período que foi secretária de Desenvolvimento Humano do Estado. Ficam claras as semelhanças entre os dois candidatos, e a falta de  respeito com a população”, disse.

O candidato lembra que, no Brasil, a prática do nepotismo é proibida e fere os princípios da impessoalidade, moralidade, eficiência e isonomia. Ate aí nada de novidade.

A diferença que ele apresenta está no plano de governo apresentado ao TRE. A ideia, na teoria, é enviar para Câmara pacote de medidas visando a prevenção e o combate à improbidade administrativa, composto por medidas como auditoria permanente da evolução patrimonial dos gestores e cargos comissionados e familiares.

Sobre denúncias
Cartaxo e Cida negam nepotismo nas suas gestões, apresentaram justificativas para as relações familiares e contratações, mas não se aprofundaram nas explicações.

Aliado de Cida, Pros divulga data da convenção

LINDOLFOSem muito moído, polêmica ou dúvidas sobre onde estará nas eleições, o Pros divulgou, oficialmente,  a data da convenção em JP. Será dia 27 de julho, na Asplan- Associação de Plantadores de Cana da Paraíba. O partido vai registrar 41 candidaturas para disputar vaga para CMJP e fará coligação com o PRTB. A expectativa é eleger três vereadores.

A legenda, que é comandada por um aliado de primeira ordem do governador Ricardo Coutinho (PSB), o secretário Lindolfo Pires (deputado estadual licenciado), vai também confirmar apoio, na majoritária, à pré-candidata a prefeita de JP, Cida Ramos (PSB). A direção espera a presença de 400 pessoas entre filiados e pré-candidatos no evento.

 

 

Fot: ALPB

De olho na eleição, Ricardo inicia obra do Parque Parahyba

Parque Parahba

O governador Ricardo Coutinho (PSB) vai autorizar, nesta segunda-feira (04), o início das obras de implantação do Parque Linear Parahyba, no Bessa. 

A Ordem de Serviço da primeira etapa será assinada, às 9 horas, na rua José Gomes Sá Filho, na lateral do Restaurante Tanabata. Na última sexta-feira, vários convites para o evento foram entregues.

Ninguém tem dúvida da importância da ação e da melhoria que a intervenção vai trazer ao Bessa. A transformação de áreas ao longo do canal (e terrenos ociosos do bairro) em espaços para o lazer e atividade física é uma cobrança antiga da população.

A prefeitura não tomou a atitude, aí o governo do Estado tomou pra si a reponsabilidade de começar. Bom para o cidadão que espera ganhar uma nova área de convivência.

Mas, vale registrar que, assim como aconteceu com a prefeitura que “correu” (mesmo com a demora) para entregar a obra da Lagoa, a pressão para iniciar o Parque Parahyba, anunciado ainda quando João Azevedo (PSB) era pré-candidato, tem a ajudinha da eleição. Coutinho está de olho nos votos que a iniciativa pode trazer para sua pré-candidata a prefeita de João Pessoa, Cida Ramos. Faz parte.

LEIA MAIS

PSB tenta convencer Durval a deixar Cartaxo

foto cartaxo e duval

É hora de conversar, conversar e tentar convencer. De prometer “tudo e mais um pouco” para ampliar as alianças. De insistir, inclusive com aqueles que já disseram onde vão estar na eleição deste ano.

Uma das vítimas desse “assedio eleitoral” é o presidente da Câmara de Vereadores de João Pessoa, Durval Ferreira (PP). Durval, que anteontem estava na inauguração de uma escola municipal com o prefeito Luciano Cartaxo (PSD), continua sendo sondado pelos socialistas. O PSB acredita que pode convencer Durval a deixar Cartaxo.

São conversas para cá, encontros para lá. Dois mensageiros-articuladores se destacam nessa tentativa, Waldson de Sousa, e o vice-prefeito de JP, Nonato Bandeira (PPS), que é amigo de Durval. Os dois teriam sido escalados para levantar os argumentos e plantar a dúvida na “cabeça” do presidente da Câmara.

Interlocutores dizem que uma das promessas é a de ser o vice da candidata socialista à prefeitura da capital, Cida Ramos (PSB). Vale lembrar que Durval, havia um tempo, pareceu gostar da ideia de ser o vice, mas naquela época de Cartaxo.

LEIA MAIS

Conversas para escolha de vices de JP se intensificam e “blefes” fazem parte do jogo

Não é por acaso que nas últimas horas se intensificaram os boatos sobre as negociações para escolha dos vices de JP.

Tem notícia plantada, tem conversa florescendo e muito blefe. A semana começou com a informação que o presidente estadual do PSDB, Ruy Carneiro, é cogitado para assumir a Sudene. Sem cargo e sem mandato, Ruy mantém-se vivo articulando para as eleições. Tem conseguido espaço para dizer o que pensa. Além de margem para articulação.

A sua saída desse circuito deixa o caminho livre para Marcos Vinícius,  vereador tucano, ex-secretário de Comunicação de Cartaxo. É o preferido de Cícero, mas teria resistência do senador Cássio Cunha Lima (PSDB). Teria. Sem muitas opções, com vereadores da base cobrando um definição, pode ser a solução. CCL sabe que tem obrigação maior em Campina.

A paquera do PSDB com o PMDB parece que esfriou. Pode ser impressão. Mas até que um novo sinal renasça, já era. Manoel Júnior resiste. Mesmo com PSC do lado, perdeu Leonardo Gadelha para o INSS. Vai para o duelo com a força do partido.

LEIA MAIS