Secretário de Planejamento do Estado debate Orçamento de 2017 na AL

06-08-15-audiencia-sobre-area-metropolitana-nyll-pereira-34-copia

O secretário de Planejamento, Gestão e Finanças do Estado, Tárcio Pessoa, participa nesta terça-feira (1º) de uma Audiência Pública para debater a projeto da Lei Orçamentária Anual de 2017. O evento será às 10h, na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) .

Ele deve esmiuçar e apresentar todos os detalhes sobre a peça orçamentária aos deputados de situação e, principalmente, de oposição. Aliás, esses últimos precisam, no mínimo, conhecer bem o Orçamento para fazer os questionamentos.

O registro é feito porque não foram poucas as vezes que, sem nem ler a peça, deputados foram ao plenário fazer perguntas evasivas e que não acrescentam em nada na melhoria nem na reflexão do processo. Ou seja, perguntam apenas para dizer que participaram.

A LOA

O projeto da LOA 2017 já tramita na Casa de Epitácio Pessoa desde o dia 4 de outubro. De lá pra cá, a Comissão de Orçamento já designou o deputado Gervásio Maia como relator, que já apresentou parecer preliminar sobre o projeto. O parecer foi favorável.

O Orçamento do ano que vem é de 11,38 bilhões. Valor R$ 52 milhões menor que o do exercício deste ano. A estimativa para baixo tem a ver com a perspectiva diminuição ou manutenção em valores atuais dos repasses do Fundo de Participação dos Estados.

Após as audiências, os deputados têm um prazo para a apresentação de emendas e logo depois o relator apresenta o parecer definitivo, que será apreciado e votado em plenário.

 

2 Comente Secretário de Planejamento do Estado debate Orçamento de 2017 na AL

  1. genezio Fernandes figueredo Disse:

    Os Deputados, sejam situação ou oposição,terão que analisar a LOA nos seus mínimos detalhes. O que for bom para o povo da paraiba, será aprovado, o que for ruim, tem que ser modificado ou alterado, pois essa turma do PSB não merece confiança do povo paraibano.

  2. Ora. Quando Sua excelência deixa de conceder reajuste ao seu funcionalismo, por anos, economiza por mes uma faixa de 15 a 20 milhões. Então com esse dinheiro “economizado” ele proclama com orgulho que faz viadutos e asfalta pelo interior estradas interligando municípios, etc. A pergunta é: quem realmente faz essas obras de infraestruturas no Estado: – é Sua Exa, do berçário de jaguaribe, ou é a barriga faminta do indefeso funcionário público do estado paraibano? Respondam-me quem souber essa malfadada álgebra palaciana pelas 5 chagas de NSJC.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *