Na 3º maior cidade da PB, 47% dos vereadores eleitos não passaram do ensino fundamental

santa_rita_pb_camara_municipal

A gente sabe que fazer uma faculdade, completar ensino superior, não é sinônimo de inteligência, nem muito menos de honestidade. Há quem, por falta de oportunidade, opção, ou desejo não fez ou não faz “uma faculdade”, mas é tão dedicado, busca tanto o conhecimento pelos meios informais, que supera aqueles que passam anos nos bancos universitários.

Mas, com esse perfil, há mais exceções. Para cargos que dependem de o mínimo de compreensão de texto, domínio da língua, capacidade de elaboração de propostas, planejamento, a escolaridade é muito importante. Digamos essencial.

Na terceira maior cidade da Paraíba, Santa Rita, que tem o quarto maior PIB (produto interno bruto), cerca de 75% dos vereadores eleitos vão ter que pedir muita, muita ajuda a assessores, como advogados e contadores, para elaborar propostas, fiscalizar o poder público e se embasar para os debates no plenário.

Dos 19 vereadores eleitos, apenas cinco (26,3%) declararam ter ensino superior completo. São: Anésio Miranda, Carlos Pereira Júnior, Farias, João Grandão e Vanda de Olavo. Cinco (26,3%) parlamentares têm ensino médio completo. Cinco concluíram o ensino fundamental e outros quatro nem completaram o ensino fundamental, ou seja, 47,4% deles.

A renovação da Câmara em Santa Rita foi grande. São 14 novos parlamentares. Apenas cinco se reelegeram. 

Santa Rita tem quase 136 mil habitantes, segundo estimativa do IBGE.

 

 

6 Comente Na 3º maior cidade da PB, 47% dos vereadores eleitos não passaram do ensino fundamental

  1. Mônica Disse:

    Boa tarde,para ser político deveria se exigido um certo grau de escolaridade.

  2. Wandemberg Fagner de Albuquerque Disse:

    Deveria existir uma lei que proibisse uma pessoa assumir um cargo de vereador, prefeito, deputados, senadores ou presidentes sem ensino superior, principalmente cursos como administração, economia, gestão pública, gestão empresarial e ciências contábeis são fundamentais para exercer tais cargos.

  3. Isso e uma vergonha somos tão leigos que elegemos leigos e ainda os aplaudimos

  4. Azulmi Limeira Disse:

    Que coisa horrível – É lamentável !

  5. Azulmi Limeira Disse:

    É algo lamentável! Como é possível, um Legislador semi-analfabeto; é algo inconcebível !!!

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *