Alguém acredita que Ricardo não será candidato ao Senado em 2018? Nem ele.

coutinho

Alguém acredita, mesmo, que o governador Ricardo Coutinho (PSB) não será candidato ao Senado em 2018? Nem ele acredita nisso. Mas precisa jogar com as palavras. Vira manchete. Criar possibilidades, caso o cenário não seja favorável.

Não existe essa história de desapego ao poder, como os seus aliados andam propagando por aí. Conversa. RC prepara o terreno é para deixar o governo bem avaliado, eleger-se, e tentar emplacar seu sucessor. Um roteiro diferente é só um tropeço de um erro de planejamento.

Dizem que ele tem receio de deixar a governo na mão de Lígia Feliciano, lê-se também o marido, deputado federal Damião Feliciano, para concorrer a uma vaga no Senado. Dizem. O medo seria dela gostar da caneta e lutar para concorrer a um novo mandato, como queria saudoso Luciano Agra depois de voltar atrás da desistência.

Não é impossível, mas ele deve se afastar deixando a negociação fechada. Para não correr esse risco, prepara o espírito e manda recados. (Vale lembrar que a discussão sobre a unificação das eleições não acabou. Se isso acontecer, tudo muda.)

Mas se nada mudar…

RC tem muita probabilidade de se eleger senador. O mais votado. Por que abriria mão disso? Por causa de oito meses como governador? Ele não vai deixar o cavalo selado passar. É mandato. Sem hiato. Algo essencial para um político. Sem ele fica tudo mais difícil. Quem passou por isso, pode confirmar.

E mais: desta vez, pelo menos é o que parece, Ricardo não vai empurrar um nome goela abaixo. Viu que a receita não funciona. Sua preferência não será externada, agora, mas alguns movimentos nos levam a crer o óbvio: pode ser Gervásio Maia, levado a tiracolo para eventos em todo Estado, ou a colega de parlamento de Maia, Estela Bezerra.

A deputada já avisou que nos próximos dois anos vai bater. Faz isso porque pode ser “a escolhida” e também porque, no caso de ser preterida, alicerça sua candidatura a deputada federal.

Essa história só está no começo. Nesse circuito tem  ainda Raimundo Lira, Luciano Cartaxo, Cássio, Maranhão. Aos poucos eles irão aparecendo por aqui.

Só não dá para acreditar que Ricardo vai ficar de fora por “desapego”. Paciência.

2 Comente Alguém acredita que Ricardo não será candidato ao Senado em 2018? Nem ele.

  1. Não se deve julgar as pessoas pela aparencia eu confesso que não simpatizava com o governador,mas depois que se elegeu prefeito de joão pessoa,eu confesso que virei fã do governador.Tudo isso pelas obras realizada por ele tanto na prefeitura como no Estado;por isso aonde for eu estarei com ele,parabéns Governador.

  2. Luiz Ribeiro Disse:

    Tem que acabar com essa mamata, o cidadão luta por uma reeleição, engana o povo, e antes de encerrar o que fez por merecer já estar viabilizando a continuar, empurrando o resto do governo para o vice assumir, depois diz que vice é golpista, nada de reeleger, a obrigação é encerrar o mandato no prazo estabelecido, poder subiu para a cabeça e não será bom para o paraibano, a democracia é forte com alternância.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *