Para não correr riscos, Temer exonera ministros pra votarem a favor da PEC 241

Mesmo com uma ampla base, o presidente Michel Temer (PMDB) não quer arriscar. Foram publicadas hoje (10) as exonerações temporárias dos ministros Bruno Araújo, das Cidades, e Fernando Coelho Filho, de Minas e Energia, para que eles votem a favor da PEC 241, que limita os gastos públicos.  O ato também é simbólico porque mostra o empenho do governo em aprovar a matéria de qualquer jeito. As exonerações vão permitir que os dois ministros retomem seus mandatos de deputados federais para participarem da sessão da Câmara marcada para esta segunda-feira. O governo espera contar com mais de 350 votos para garantir a proposta, segundo o ministro Geddel Vieira, da Secretaria de Governo, que falou com a imprensa, após jantar oferecido pelo presidente Michel Temer na noite desse domingo (9), no Palácio da Alvorada, a deputados que integram partidos da base aliada. Durante o jantar, o presidente pediu aos parlamentares apoio para a aprovação da proposta.

Brasília - O presidente Michel Temer durante jantar com a base aliada no Palácio da Alvorada ( Marcos Corrêa/PR )

Brasília – O presidente Michel Temer durante jantar com a base aliada no Palácio da Alvorada ( Marcos Corrêa/PR )

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *