Combate à Covid-19 9:29

Em JP, idosos com 87 anos já podem se vacinar e imunização de quem não é da “linha de frente” está suspensa 

Foto: divulgação

Por LAERTE CERQUEIRA

A Prefeitura de João Pessoa confirmou que a imunização de trabalhadores da saúde, que não estão na linha de frente de combate à Covid-19, só será retomada após atingida a meta geral de vacinação do público idoso de todas as faixas etárias. O anúncio foi feito após decisão da Justiça Federal com explicações sobre a sequência de vacinação, publicada ontem (16) à noite.

Um dos efeitos dessa mudança de foco, priorizando quem tem mais risco de morrer,  foi vista hoje (17) de manhã, quando a prefeitura anunciou a ampliação de vacinação para idosos a partir de 87 anos, que podem se imunizar nos dois pontos de drive thru, localizados nos shoppings Mangabeira e Manaíra. Até ontem, a vacinação era para quem tinha mais de 90 anos.

Na sexta-feira (19), a campanha será estendida para idosos a partir 85 anos. Os postos móveis funcionam no período de 10h às 17h.

Vale registrar que os trabalhadores da saúde que já tiverem recebido a 1ª dose da vacina poderão receber a 2ª, mediante apresentação do cartão de vacinação com aquele registro.

Dos mais velhos para os mais novos 

A Justiça esclareceu um ponto que causou muito ruído, ontem: o de que idosos com mais de 60 anos seriam vacinados imediatamente. A questão é que não ficou claro, para alguns, que haveria uma sequência decrescente. Quem tem mais idade é vacinado logo e os que têm menos idade são imunizados depois, dependendo da oferta das vacinas.

Segundo a decisão da juíza federal Wanessa Figueiredo dos Santos Lima, tomada após recurso da Procuradoria do município, o plano nacional permanece íntegro, devendo ser atendidas as faixas etárias mencionadas, sucessivamente.

“Ou seja, logo após a vacinação dos idosos acima de 90 anos, devem ser vacinados os idosos de 80 anos ou mais. Quando atingida a meta de vacinação desse subgrupo, avança-se para o seguinte, de 75 a 79 anos; atingida a meta deste, passa-se ao próximo, de 70 a 74 anos, e assim por diante”, afirmou o Procurador-Geral de João Pessoa, Bruno Nóbrega.

A prefeitura destacou que a decisão desta terça-feira se aplica a todo o estoque de vacina já recebido até agora, como também às doses que vierem a ser recebidas no futuro.

 

 

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *