João Pessoa ganha espaço de arte, cultura, lazer e cachaça

Por MAURÍCIO CARNEIRO

A Casa de Cultura Livre Olho d’Água, em Tambiá, é um espaço que agrega manifestações culturais com deliciosas cachaças paraibanas.

 

A Casa

Idealizada pelo casal Givanildo Silva e Larissa Arvelos, a Casa de Cultura Livre Olho D’água é um espaço de cultura, bar, petiscaria e cachaçaria, com a proposta de contribuir para valorizar as diversas manifestações artísticas e culturais da cidade de João Pessoa, além de aprimorar as relações humanas.

Foi com base nessas ideias e valores que o casal iniciou o projeto de estruturação do espaço, que tem como elemento motor as diversas formas de produção artística e cultural. Dividida em vários ambientes, são oferecidas músicas, saraus, teatro, cinema, exposições, encontros, rodas de conversas e debates. Com esta gama de atividades a Casa contribui fortemente com a ampliação e fortalecimento do acesso à cultura na cidade de João Pessoa.

Segundo Givanildo, “o nome Casa de Cultura Livre Olho D’água, foi criado com o propósito de fazer uma homenagem aos povos indígenas da região. Tambiá  vem do tupi Tambuja, que em português significa Olho D’água. Olho D’Água é o local onde brota a vida, é o local onde nascem as águas que possibilitam o florescer e a sobrevivência dos povos. Tambiá também é o nome do bairro que nos acolhe, por isso faz homenagem ao local onde estabelecemos e a esta terra que desenvolvemos nossos projetos”.

Givanildo complementa dizendo que “a incorporação da palavra Livre ao nome da casa diz respeito não apenas a uma valoração da liberdade enquanto um caminho a ser buscado na construção das relações em nossa sociedade. A palavra livre se relaciona a uma concepção de Casa de Cultura, que se constrói como espaço amplo onde as mais variadas manifestações artísticas podem se desenvolver. Estimulamos e respeitamos a pluralidade do pensamento e das formas de se fazer arte, sempre respeitando o que há de melhor nos valores humanos”.

 

A Cachaçaria

A Cachaçaria foi escolhida para ser a principal atividade econômica de manutenção do espaço. A carta de cachaças conta com 18 marcas, escolhidas dentre as mais representativas da produção cachaceira da Paraíba.

Além do produto em si, os degustadores das cachaças têm acesso às informações que lhes permitem conhecer as suas historias, origem, como são concebidas e produzidas, sua composição, teor alcoólico e o modo correto de beber. Desse modo, segundo Givanildo, “formamos verdadeiros apreciadores da bebida e lhes ofertamos uma experiência etílica completa”.

“Apesar de sermos os maiores consumidores da tradicional bebida brasileira, a cachaça, não a conhecemos em todas as suas nuances. Existe a necessidade de defender e melhorar o entendimento geral sobre ela, superando visões distorcidas e ultrapassadas. A Paraíba atualmente esta no topo da melhor produção da cachaça brasileira e uma das propostas da Casa de Cultura Livre Olho D’Água é se inserir nessa produção tradicional local, construindo e mantendo um espaço de referencia para a boa cachaça paraibana”.

Givanildo Silva

 

Rede Pessoense de Cultura

Além do projeto em si, o compromisso da Casa de Cultura Livre Olho d’Água com a cultura local também se observa na agregação solidária com outros espaços que também possuem o mesmo caráter cultural. Dentre outros, podemos citar:  “Cherinbom Comidas Regionais” que se situa no bairro dos Bancários; “Fruta Café Casa de Cultura”, no Castelo Branco e “Cafundó Casa de Cultura”, no Bessa.

O objetivo é fazer da construção da “Rede de Casas de Cultura Livre de João Pessoa” a consolidação de atividades alternativas de lazer na cidade, potencializando uma relação de troca e apoio mútuo, bem como uma ampliação do acesso à cultura por meio do fomento a diversas manifestações artísticas.

 

Cachaça e Atividades Culturais

Os proprietários entendem que a forma de relação com a bebida deve ser qualificada, por isso criaram um espaço de conversa permanente sobre a cachaça (Papo de Cachaça), com especialistas, produtores e pessoas interessadas em compreender melhor os atributos essenciais da bebida. Outra iniciativa para valorizar a bebida é entrecruzar algumas das atividades culturais com a referência da cachaça (Cachaça Filosófica, Cachaça Musicológica, Futebol e Birita e Cine Etílico), o que desperta também nos curiosos, o desejo de entender mais sobre ela.

 

Conheça a Casa de Cultura Livre Olho d’Água, participe das atividades e tenha o prazer de conhecer essas magníficas cachaças paraibanas.

Rua Deputado Barreto Sobrinho, 344 – Tambiá. O horário de funcionamento é de terça-feira a sábado, abrindo de terça a sexta 17h e aos sábados, varia conforme a atividade, abrindo as 15 ou 16h.

 

comentários - João Pessoa ganha espaço de arte, cultura, lazer e cachaça

  1. Casa De Cultura Livre Olho Dagua Disse:

    Obrigado Maurício.

    Para aquelas e aqueles que desejar entrar em contato o watssap é 98158 5226 e os instagran e fanpage Casa de Cultura Livre Olho Dagua

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *